MENSAGEM PRA VOCÊ!!!

20 de jun de 2011

O conhecimento e aprendizagem no âmbito educacional


A escola vem sofrendo mudanças constantes cujo objetivo maior tem sido superar modelos tradicionais instrucionistas, modificando o trabalho didático e incorporando novos recursos tecnológicos. Uma nova forma de trabalho didático que coloque a escola na perspectiva da democratização do conhecimento culturalmente significativo.

Ao longo da história surgiram discussões e reflexões em torno de mudanças que deveriam permear o sistema educacional. Comênio, por volta de 1632, enunciou uma profunda análise da educação, já preocupado com o futuro da escola.

Surge no contexto, o modelo epistemológico em diferentes visões, sendo elas: Diretiva: Empirismo – Doutrina que admite que o conhecimento provenha unicamente da experiência (Aurélio), Não-diretiva: Apriorismo – O ser humano nasce com o conhecimento já programado na sua herança genética e Relacional: Construtivismo – O aluno constrói seu conhecimento a partir de suas ações assimilando o que está à sua volta.

Mesmo com tantas discussões, durante muito tempo foi atribuído à escola, o pensamento ingênuo de que a função da mesma era salvar o mundo resolvendo todos os problemas da sociedade, alavancando assim, o desenvolvimento e o progresso social.

As relações da escola com a sociedade percorreram caminhos diversos, saindo do otimismo ingênuo para o otimismo crítico, onde o professor tem um papel político-pedagógico importante que exige a construção da inovação pedagógica. Não admitindo mais, o pedagocídio exagerado, onde o aluno é idealizado diferentemente da sua realidade, professores assumindo a postura de ditador, impondo suas próprias regras, desconsiderando os conhecimentos socialmente construídos por parte do aluno e ainda, não sabendo avaliar, tratando a avaliação como castigo e punição.

A escola deve então, sofrer transformações para que seu foco central seja a aprendizagem do aluno. Cada componente da comunidade escolar deve assumir suas responsabilidades e seu compromisso com o processo educacional. O professor deve refletir sobre o seu papel, assumir nova postura, e buscar dentro de suas condições, contribuir com melhoria da qualidade de vida do indivíduo. Quando se fala em qualidade de vida, nos reportamos ainda, a questão da educação ambiental, um assunto complexo que deve ser discutido e refletido, como característica inerente ao processo educativo.

A educação ambiental aponta para propostas pedagógicas centradas na conscientização, mudança de comportamento e desenvolvimento de competências, como produto do diálogo permanente entre concepções sobre o conhecimento, a aprendizagem, o ensino, a sociedade e o ambiente. Verifica-se o quão é complexa a construção do conhecimento e da aprendizagem dentro da escola, pois envolvem questões além da sala de aula e das aulas instrucionais copiadas estereotipadas.

É relevante então, que a escola conte com professores inovadores, de mente aberta e criativa, que sejam pesquisadores, leitores e elaboradores de seu projeto próprio, que tenham ainda domínios tecnológicos e que façam desses recursos, ferramentas fundamentais para a construção de uma aprendizagem mais significativa.

0 comentários: